Wikia

LOSTpédia

Efeitos Visuais

Discussão0
3 421 pages em
Este wiki

Efeitos visuais, também conhecidos como Efeitos Especiais, VFX, FX, CGI ou CG (Computação Gráfica), é o campo de aplicação de efeitos e/ou imagens de computador (ou mais especificamente, imagens 3D) para criar efeitos em filmes, programas de televisão, comerciais e simulações em geral, além de mídia impressa. Vídeo games, geralmente, usam efeitos visuais em tempo real, e também "cenas cortadas" pré-desenvolvidas e filmes de introdução que podem ser considerados aplicações típicas. Esses se referem à FMV (Full Motion Video).

CGI é usado para efeitos visuais porque a qualidade é sempre alta e os efeitos são mais controláveis do que outros baseados em processos físicos, como construção de miniaturas para tomadas de efeito ou contratação de figurantes para cenas de tumulto, e também porque permite a criação de imagens que não seriam possíveis usando qualquer outra tecnologia. Permite, também, a produtores independentes, produzir conteúdo sem o uso de atores, estúdios caros ou equipe de apoio.

Outros efeitos incluem os relacionados aos dublês, como em quedas ou impactos, e há também a pirotecnia usada em explosões de lugares e de bombas de gasolina.

EquipeEditar

PrêmiosEditar

Artigo Principal: Prêmios

CGIEditar

Abaixo segue a lista de todos os efeitos gerados por computação gráfica usados em LOST.

Exemplo de Efeitos Visuais Notas
JackEye

Em "Pilot, Parte 1", quando Jack abre os olhos, a pupila dilatada foi criada usando CGI. Referência: Episódio comentado do "Pilot, Parte 1", (LOST - DVD 1ª Temporada)

1x01 Jack Hurley Claire

A sequencia de abertura de nove minutos de "Pilot, Parte 1" teve aproximadamente 100 tomadas de efeitos visuais, metade dos efeitos foram filmados no piloto inteiro. Um deles, a asa caindo e explodindo, havia sido tentado manualmente com explosivos na asa. Contudo, os explosivos falharam e a explosão foi composta. (Lost Magazine)

Lost pilot a244

A visão externa do voo 815 vista de dentro da cabine, incluindo as nuvens e as asas, foram criadas usando CGI pela Digital Dimension [2]. As tomadas do céu foram fotografadas por Kevin Blank em viagens de avião. (Lost Magazine)

Art1c 2

Toda vez que o voo 815 é visto se partindo, incluindo o impacto da seção da cauda, foi usado CGI. ("Pilot, Parte 1")  ("The Other 48 Days")  ("A Tale of Two Cities")("One of Us")  ("The Other Woman")

1x02-ceilingperson-cgi

A pessoa atingindo o teto durante a turbulência e o pré-acidente do voo 815 foi feita utilizando-se CGI pela Digital Dimension [3]

Vision polar bear

Ursos Polares são criados usando CGI, embora originalmente a equipe e efeitos visuais tentou utilizar um urso polar de mentira sendo lançado por um canhão, de acordo com Welcome to Oahu. ("Pilot, Parte 2")

1x02-digitaldimension-greenscreen

O interior no voo 815 quando a seção da cauda parte-se foi feita utilizando CGI pelos artistas da Digital Dimension no software Autodesk 3D Studio Max [4] Essa sequência ganhou o Prêmio Sociedade de Efeitos Visuais de 2005 (VES Award) por Melhor Cena Coadjuvante em Efeitos Visuais em um Programa de Televisão.

1X16 Boar

Javalis são algumas vezes criados com CGI. Referência: O especial Lost: On Location apresentado no começo um clipe chamado "The Trouble with Boars". (LOST - DVD 1ª Temporada) A equipe de Lost também utilizou-se de um urso falso [5]

1X06 CharlieBees

O enxame de abelhas que atacou Charlie, Jack e Kate foram feitas por CGI. ("House of the Rising Sun")

BlackRockShip

Enquanto 10% do Black Rock foi realmente construído como um pedaço do set, o resto das formas de isopor do navio foram fotografadas por Kevin Blank e compostas na tomada. Quando o Black Rock apareceu novamente em "The Brig" o mesmo método foi utilizado, contudo fazendo-se com uma fotografia de um ângulo diferente. (Lost Magazine)

PillarOfSmoke

A Coluna de Fumaça no "Exodus: Parte 1" foi criado utilizando CGI.

Lockejack

O túnel da estação Cisne é composto por computador. Isso se torna óbvio no começo de "Man of Science, Man of Faith", quando a câmera sobe o túnel do fundo ao seu começo. (Lost: A Segunda Temporada Completa)

800px-Zero Count

Os Números no contador foram feitos por CGI. Exceto para a filmagem de "Adrift" e "Orientation", em que foram usados modelos reais e funcionais que, na edição, não pareciam mecânicos o suficiente. Damon e Carlton se encontraram com Kevin Blank e pediram para que o relógio fosse feito por CG, e esse feito acabou custando apenas 300 dólares por tomada. (Lost Magazine)

2X14-SayidLastFlashback

Em "One of Them", a fumaça da queima dos campos de petróleo foi feita utilizando-se CGI.

Sos

O sinal de S.O.S feito no episódio S.O.S. foi criado usando CGI.

2x09-kateblowup

A explosão da casa do pai de Kate envolveu o uso de luzes brilhantes e um trecho da explosão de um modelo em escala menor [6]

QuestionMark

O ? no exterior da estação Pérola foi criado usando CGI. ("?")

Pearlhatch

O interior da entrada principal da estação Pérola quando vista do exterior foi criada utilizando-se de CGI. Porém, a estação Pérola atual foi criada em estúdio. Referência: Episódio comentado de "?". (Lost: A Segunda Temporada Completa)

Hurley bird

Mais de 160 tomadas de efeitos foram usadas para o final da segunda temporada, incluindo a estátua do pé de 4 dedos, o veleiro, o pássaro de Hurley e a implosão da escotilha. Segundo Kevin Blank, algumas extensões da escotilha em que Charlie correu foram CG. Durante a cena da Pala Ferry, casas e outros objetos ao redor da locação foram retiradas das tomadas. ("Live Together, Die Alone")

Lost5-island

A Ilha é algumas vezes feita por meio de CGI. (Lost: A Primeira Temporada Completa)

800px-Utopiavillezoomout1

As tomadas vistas de longe da Vila são criações de computador de imagens compostas. ("A Tale of Two Cities")

Wmplayer 2007-06-07 19-19-11-76

Essa vista de Londres em "Flashes Before Your Eyes", com o Big Ben claramente visível, é uma composição que utiliza um fundo verde (chroma-key) e que depois é substituído por um imagem pré-gravada no Rio Thames, é também utilizado em outras cenas internacionais como na Torre Eiffel, Opera de Sidney, Estação de Metrô Covent Garden "Greatest Hits", além do fundo atrás de Desmond quando ele visita sua namorada "Flashes Before Your Eyes" e a cadeira de montanhas perto de Seoul. [7]

800px-Meteroid Clucks

A queda do Meteorito em "Tricia Tanaka is Dead" foi criada em CGI. ("Tricia Tanaka is Dead")

800px-3x12 ParAvion SonicBarrier

A maioria dos pilares da cerca sônica foi composta nos episódios por CGI. Contudo, pelo menos um pilar pode ser visto em fotos promocionais, indicando que pelo menos um objeto de cena foi usado. ("Par Avion")

Monster sonic barrier

O Monstro indo contra à cerca sônica foi criado usando efeitos visuais. A cena foi feita em um software chamado Lightwave, como uma cadeia de partículas se rompendo. O efeito foi criado pela Eden Effects, assim como John Teska, o artista digital que criou o monstro durante a série. (Lost Magazine)

Radiotower233

A Torre de Rádio foi criada usando CGI quando vista por cima ("Through the Looking Glass"). Entretanto, um close da base da torre e dos prédios são vistos nas fotos promocionais do episódio, as quais foram feitas por uma foto da câmera separada e consequentemente não sujeita a pós-produção em CGI.

Iphone

O visor e os detalhes do telefone por satélite usado pelos membros do Kahana, primeiramente introduzidos em "Catch-22", são compostos por computador. O supervisor de efeitos especiais Mitch Suskin explica que um objeto de cena nunca foi criado porque os produtores não planejavam originalmente usar o aparelho tanto. Ele descreve o objeto de cena como "pedaço de madeira, basicamente".[8]

3x21 looking glass exterior2

O exterior da estação Espelho foi criada usando CGI. ("Through the Looking Glass")

4x01 TBOTE Action8 car chase

A perseguição em "The Beginning of the End" foi gerada por computador.

815crashsiteBali

As cenas de procura sob a água em "Confirmed Dead" foram geradas por computador. [9]

4x02 Plane toy Bottom

O avião de brinquedo no aquário em "Confirmed Dead" foi CGI. Segundo Mitch Suskin, efeitos especiais foram usados porque o objeto de cena não iria dar voltas do jeito que queria. Ele também descreve que o avião era para ser originalmente um Lockheed L-1011 (o objeto de cena usado para o voo 815), mas a decisão foi mais tarde retomada, mudando-o para um Boeing 777 (o modelo do avião na história). [10]

DeckerMapFF

O mapa da Indonésia em "There's No Place Like Home: Parte 1" foi CGI.

4.13-fakeboat2

A explosão do cargueiro em "There's No Place Like Home: Parte 2" foi gerada por computador, assim como o plano de fundo nas cenas internas do helicóptero.

Islandmoves

A cena da ilha se movendo também foi composta por computador.

4.13-fakecrash

A queda do helicóptero também foi criada por CGI.

Lost5-VW-2

As tomadas que mostram o exterior da estação Orquídea também foram compostas por computador.

X01 - Beech

A queda do avião nigeriano foi criada por CG em "Because You Left", assim como o set utilizado em outros episódios.

Lost5-14-Skeleton

O esqueleto do avião nigeriano foi criado por CG em "Because You Left".

Lost5-10-cliff

O buraco do que restou da escotilha foi criado por computador em "Because You Left".

Julesandsawyerrun

A maioria das flechas do ataque das Flechas foram CGI.

Centro de segurança

As imagens dos monitores da estação de segurança foram colocadas posteriormente por computador para terem sensação de continuidade entre as várias tomadas gravadas, assim como utilizado no telefone por satélite.

Lost5-07-desmond

A cena de Desmond andando pelas ruas de Londres foram compostas por computador.

Lost5-03-smokey-drag

A cena de Montaud sendo arrastado pelo Monstro foi composta por computador.

5x05-death-172

As moscas que Jin encontra no acampamento de Rousseau perto dos corpos dos membros da equipe científica também foram criadas no computador.

Lost5-12-light

A cena dos sobreviventes observando a luz da escotilha foi criada por computador.

Ticking

O painel que mostra coordenadas de latitude e longitude do Farol em "316" foi composto no computador.

Lost5-02-Crash-Breakdown

A queda do voo 316 foi criada por CGI. Essa foi uma das cenas mais complexas da quinta temporada em questões de efeitos especiais. Foram 43 tomadas, a maioria do ponto de vista da cabine do piloto, com 50 bilhões de polígonos, o que é um grande número comparado à média, com cada frame demorando 5 horas para renderizar.

Lost5-beach-cleanup-2

O avião do voo 316 pousado na ilha da Hidra foi criado usando CGI no episódio "The Life and Death of Jeremy Bentham" e "Namaste", assim como as suas montanhas.

Lost5-09-Ben-Smokey

O monstro jugando Ben assim como partes do cenário foram criados usando CG.

5x15 Submerge

O submarino Galaga submergindo em "Follow the Leader" foi criado via CGI.

Lost5-08-Taweret

As aparições da estátua de Taweret em "LaFleur" e em "The Incident" foram ambas criadas por computador.

Lost5-15-BombDrill

As cenas dos objetos caindo no túnel cavado pela DHARMA assim como a cena da Jughead foram todas criadas por CGI.

DublêsEditar

Exemplo Dublês Notas
TurbineManSuckedIn

Frank Torres fez o dublê de Gary Troup, o "Homem Turbina", em "Pilot, Parte 1", e novamente em "Exposé". (Lost: A Primeira Temporada Completa)

Spirorazatos

Spiro Razatos foi o fublê de Dave quando ele cai da montanha, a cena foi depois misturada com outras tomadas. (Lost: A Segunda Temporada Completa)

Jake-kilfoyle-charlie-stunt

Jake Kilfoyle dublou Charlie na cena sob a água na visão de Hurley em "The Beginning of the End". Essa cena foi composta para dentro da janela da sala de interrogação. (Podcasts Oficiais de Lost)

PirotecniaEditar

Exemplo de Pirotecnia Notas
1x01-explosion-hurley1x01-explosion-plane

A sequência ganhadora do Emmy do "Pilot, Parte 1", com Hurley, Claire, e Jack ao fundo. Possivelmente composta com CGI e restos do avião sendo jogados para cima.

1x24-arztexplosion

A explosão da dinamite de Arzt; quase certo que a explosão foi feita sobre a cena dos espectadores que estavam por perto como Hurley. ("Exodus: Parte 2")

1x24-locke-monster-explosion

O Monstro provoca explosões na terra, esta perto de Locke, que neste momento é susbstiuído por um dublê. ("Exodus: Parte 2").

1x24-jack-monster-explosion

O Monstro e as expolosões na frente de Jack, desenterrando várias árvores nesse processo. ("Exodus: Parte 2")

3x21-danielle-dynamite

Danielle demonstra o poder das dinamites. ("Greatest Hits")

3x22-dynamite-trap1

Uma das armadilhas de dinamites é detonada por Sayid, jogando vários dos Outros pelo ar; estes são bonecos humanos que foram pegos na explosão. ("Through the Looking Glass")

Boom A explosão da casa de Claire na frente de Sawyer. ("The Shape of Things to Come")

OutrosEditar

Michael Rivero picture
  • A imagem de Sidney na janela de Ana-Lucia foi conseguido utilizando-se de luzes negras, como explicado por Michael Rivero em Lost: On Location. (Lost: A Segunda Temporada Completa)
  • Em algumas cenas, Aaron é substituído por um sofisticado bebê de brinquedo, porém em cenas de close o bebê é sempre o real. (Lost: A Segunda Temporada Completa)
  • Imagens nas televisões e monitores são usualmente inseridas na pós-produção, devido a problemas de edição e sincronia.

ReferênciasEditar

  1. Digital Dimension - Página de Lost no website oficial
  2. Autodesk 3DS Max - Página do trabalho da Digital Dimension em Lost
  3. Tour Virtual de Lost - O quê Kate fez: composição da explosão
  4. Tour Virtual de Lost - Exposição sobre Flashes Before Your Eyes.


Rede da Wikia

Wiki Aleatória